TESTE
por Suzane Carvalho


Big Scooter T-Max 530 da Yamaha chega ainda este ano

       

Fotos: Stephan Solon

          A briga das scooters vai esquentar com a chegada T-Max 530 que será mostrada pela Yamaha na semana que vem, no Salão Duas Rodas que acontecerá em São Paulo entre os dias 08 e 13 no Anhembi. Ela será importada da Itália, e começará a ser vendida em dezembro por um preço aproximado de R$ 40.000,00.

     Tive a oportunidade de testá-la. Ela é bastante bonita e fácil de ser pilotada, obedecendo bem aos comandos. Tem câmbio automático e a resposta do motor é rápida. Ele é um 4 tempos de 530 cc em dois cilindros paralelos com duplo comando no cabeçote e refrigeração líquida

     Tem potência máxima de 46,5 cv a 6.750 rpm e torque de 5,3 kgf.m a 5.250 rpm. O câmbio é automático e a transmissão final é por correia dentada feita em fibra de kevlar.

     A suspensão dianteira é garfo telescópico com 120 mm de curso e a traseira, braço oscilante com 116.

     Os freios são a disco na frente e atrás, sendo duplo de 267 mm na frente e simples com 282 mm atrás. Vem com ABS e rodas com aro de 15" calçada com pneus da Bridgestone.

     O chassi é de alumínio e o peso total é de 221 kg. O tanque tem capacidade para 15 litros.

     Tem para-brisa regulável, dois porta-objetos na frente e outro com capacidade para 45 litros, abaixo do assento e freio de estacionamento.

     O painel tem velocímetro e conta-giros analógicos com as outras informações no mostrador central digital.

     Ao menos mais duas novidades deverão aparecer no Salão, mas por enquanto, as maiores concorrentes dela são as scooters da Suzuki: a Burgman 650 e Burgman 400.

Confira a galeria completa aqui.

 

04 de outubro de 2013